Informações

Presidente da República Federativa do Brasil: Michel Temer
Presidente do Senado Nacional: Eunício Oliveira
Presidente da Câmara dos Deputados: Rodrigo Maia

O sistema de governo no Brasil é o presidencialismo, possui uma superfície de 8,5 milhões de km², é o quinto país maior em superfície total no mundo. É grande produtor e exportador de mercadorias de diversos tipos, principalmente commodities minerais, agrícolas e manufaturados. Ocupa o 9º lugar no ranking das maiores economias do mundo, considerado um país emergente. Possui 26 estados e um Distrito Federal, a capital Brasília.
População: 206,1 milhões de habitantes (2016 – IBGE), distruibuindo-se pelas regiões: Sudeste (85,3 milhões), Nordeste (56,2 milhões), Sul (29 milhões), Norte (17,2 milhões) e Centro-Oeste (15,3 milhões).
No que se referem os estados mais populosos: São Paulo (44,7 milhões), Minas Gerais (19,5 milhões), Rio de Janeiro (15,9 milhoes), Bahia (14 milhões) e Rio Grande do Sul (10,6 milhões) e menos populosos: Roraima (514,2 mil), Amapá (668,6 mil) e Acre (732,7 mil).
Etnias no Brasil: Pardos: 43,1%, Brancos: 47,7%, Negros: 7,6%, Indígenas: 0,4%, Amarelos: 1,1%
Moeda: Real R$
PIB de 2015 (Produto Interno Bruto): R$ 5,904 trilhões
Evolução do PIB nos últimos anos: 1,3% (2001); 3,1% (2002); 1,2% (2003); 5,7% (2004); 3,1% (2005); 4% (2006); 6% (2007); 5% (2008); – 0,2% (2009); 7,6% (2010); 3,9% (2011); 1% (2012); 2,5% (2013); 0,1% (2014); -3,8% (2015).
Desempenho do PIB no ano de 2015 (de janeiro a dezembro): -3,8%
Renda per Capita de 2015 (PIB per capita): R$ 28.876
Coeficiente de Gini: 0,495 (2013) alto
Taxa de investimentos: 17,8% do PIB (2º trimestre de 2015)
Taxa de poupança: 13% do PIB (1º trimestre de 2015)
Força de trabalho: 101,36 milhões de trabalhadores (últimos 3 meses de 2015)
Inflação: 10,67% (IPCA de 2015) | 0,61% (IPCA de abril de 2016) | 3,25% ( IPCA de janeiro a abril de 2016)
Taxa de desemprego: 10,9% da população economicamente ativa (1º trimestre de 2016) e 8,5% (taxa média anual de 2015)
Taxa básica de Juros do Banco Central (SELIC): 14,25% ao ano (referência: 28 de abril de 2016)
Salário Mínimo Nacional: R$ 880,00 (a partir de 1º de janeiro de 2016)
Dívida Externa: US$ 348,68 bilhões (setor público e setor privado) – dados relativos a janeiro de 2015
Dívida Externa federal: R$ 142,84 bilhões (em dezembro de 2015)
Dívida Pública (porcentagem do PIB): 66,2% (em 2015)
Dívida pública federal em valores (dívida interna + externa): R$ 2,799 trilhões (em abril de 2016)
Déficit público: R$ 115 bilhões (em 2015)
Resultado primário do setor público (união, estados e municípios): deficit de R$ 23 bilhões (em fevereiro de 2016)
Reservas internacionais: US$ 372 bilhões (em março de 2016)

Principais setores industriais: alimentos e bebidas, produtos químicos, veículos, combustíveis, produtos metalúrgicos básicos, máquinas e equipamentos, produtos de plástico e borracha, eletrônicos e produtos de papel e celulose.
Principais setores de serviços: telecomunicações, transporte rodoviário, técnico-profissionais prestados à empresas, transporte de cargas, limpeza predial e domiciliar, informática, transportes aéreos e alimentação.
Principais produtos agrícolas produzidos: café, laranja, cana-de-açúcar (produção de açúcar e álcool), soja, tabaco, milho, mate.
Principais produtos da pecuária: carne bovina, carne de frango, carne suína.
Principais minérios produzidos: ferro, alumínio, manganês, magnesita e estanho.
Energias consumidas no Brasil (dados de 2014): 37,6% de petróleo e derivados, 14,4% de hidráulica, 10,1% de gás natural, 5% de carvão mineral, 21,3% de biomassa 9,5% de lenha, 1,4% de nuclear e 0,6% de eólica.

Comércio Exterior:

Exportações: US$ 191,1 bilhões (2015) – queda de 14,1% em relação ao ano anterior.
Importações: US$ 171,5 bilhões (2015) – queda de 24,3% em relação ao ano anterior.
Saldo da balança comercial (2015): Superávit de US$ 19,69 bilhões
Países que o Brasil mais importou (2015): Estados Unidos , China, Argentina e Alemanha.
Países que o Brasil mais exportou (2015): China, Estados Unidos, Argentina, Holanda e Japão.
Principais produtos exportados pelo Brasil (2015): minério de ferro, ferro fundido e aço; óleos brutos de petróleo; soja e derivados; automóveis; açúcar de cana; aviões; carne bovina; café e carne de frango.
Principais produtos importados pelo Brasil (2015): petróleo bruto; circuitos eletrônicos; transmissores/receptores; peças para veículos, medicamentos; automóveis, óleos combustíveis; gás natural, equipamentos elétricos e motores para aviação.
Organizações comerciais que o Brasil pertence: Mercosul, Unasul e OMC (Organização Mundial de Comércio).

Mais informações, disponíveis no site IBGE

Fontes: Censo IBGE 2010 e Síntese de Indicadores Sociais 2015 (referente ao ano de 2014), Ministério de Minas e Energias, Banco Mundial e Wikipedia.